top of page
  • Foto do escritor@pollysantos

Beca Barreto é escalada para o filme Recife Assombrado 2 em sua estreia como atriz

Atualizado: 29 de mai.

Filme de Adriano Portela conta ainda com Daniel Rocha, Vitória Strada, Pally Siqueira de “Bom Dia, Verônica”, e Aramis Trindade de “O Auto da Compadecida”


A criadora de conteúdo Beca Barreto, que soma mais de 40 milhões de seguidores nas plataformas digitais faz sua estreia como atriz atuando na continuação do longa metragem Recife Assombrado 2, filme dirigido pelo renomado Adriano Portela, inspirado nas estórias que embalam o imaginário popular.


Os corredores estreitos da capital pernambucana ganharão vida novamente nas telas de cinema em “Recife Assombrado 2”, continuação do sucesso de bilheteria dirigido por Portela. Desta vez, contos serão desvendados por meio de valiosos relatos de moradores locais, em um enredo que mergulha nas lendas urbanas e mistérios que ecoam pelas ruas da cidade. O elenco terá o retorno de favoritos do público e a adição de grandes nomes do cenário artístico nordestino.


Diretor e parte do elenco de "Recife Assombrado 2" - Foto: Angélica Souza/Divulgação

Além do protagonista Daniel Rocha, que reprisa seu papel como Hermano, o longa terá Aramis Trindade (“O Auto da Compadecida”), Pally Siqueira (“Bom dia Verônica”), Vitória Strada (“Salve-se Quem Puder”) e a influenciadora digital Beca Barreto, vivendo a personagem Bruna. O longa conta, ainda, com artista como Gil Paz, Madu Melo, Toinho Mendes, Washington Machado, Márcio Ferrer e Mônica Feijó.


Beca, que ganhou o coração do Brasil e do mundo com toda sua desenvoltura na dança, também encantou seus seguidores com dublagens. Agora, a criadora tem a oportunidade de realizar um sonho antigo em estrear sua carreira de atriz, nas telonas.


O longa está previsto para estrear em meados de 2025 e as gravações já começam nesta quarta-feira, no Recife.


Eu estou muito agradecida pela oportunidade de estar aqui e pela confiança em dar vida a esse personagem. Agradeço a Deus e aos meus guias espirituais que não me deixaram desistir do meu sonho. Eu estou muito grata a tudo que está acontecendo”, conta Beca. “A Bruna é um personagem que parece muito comigo. Me identifiquei demais com o personagem e com o acolhimento de toda a equipe. Estou muito feliz mesmo”, conclui.



A produção promete transportar o público para uma jornada arrepiante, combinando elementos do passado e do presente em uma experiência cinematográfica que desafiará a imaginação e os limites do medo.



Quero mostrar ao restante do país o quão ricas são as nossas lendas, causos e histórias populares fantasmagóricas, e o peso que essas narrativas têm na vida de cada brasileiro”, conta Adriano.



A ideia é surpreender até mesmo os espectadores mais familiarizados com a cidade. Cada personagem recém introduzido traz consigo não apenas um novo gancho para a trama, mas também uma rica camada de cultura local, moldada pela narrativa que apenas o cinema é capaz de oferecer. Portela, que afirma ser um amante destas histórias não contadas, quer proporcionar ao público uma imersão cativante que transforme a cidade em protagonista novamente.


Para a continuação, vamos trazer uma espécie de geografia do medo, mapeando os locais mais assustadores da região e suas curiosidades. Será um thriller para deixar os espectadores apreensivos e com medo de sair do escurinho da sala de cinema para pegar o “busão” de volta para casa. Não estamos apenas contando estórias dos personagens, mas de Recife como um todo”, explica.


As gravações acontecem em locais históricos como Forte das Cinco Pontas e Teatro Santa Isabel, no Recife e na Zona da Mata.


 

Siga nosso perfil no Instagram e Linkedin:


Comentários


bottom of page